top of page

INTERPRETAÇÃO DO REPERTÓRIO CONTEMPORÂNEO
Para instrumentistas

INTERPRETAÇÃO DO REPERTÓRIO CONTEMPORÂNEO 

 

A oficina é aberta a qualquer instrumento e não exige experiência prévia no repertório contemporâneo. A seleção será feita pelo nível de prática instrumental. O repertório da oficina será estabelecido em diálogo com a direção do festival, e poderá incluir obras de câmara, grupo e solo com eletrônica. Os participantes terão aulas com intérpretes de mesmo instrumento, ou da mesma família de instrumentos. 

 

Equipe pedagógica:

  • Batista Jr. (Clarinete)

  • Miki Sazaki (Metais)

  • Fernando Rocha (Percussão)

  • Alexandre Zamith (Piano)

  • Marina Salles (Cordas)

  • Elise Pittenger (Cordas)

  • Januibe Tejera (Regência)

  • Remy Reber (Guitarra)

  • Danilo Mezzadri (Flauta)

  • Gabriel Araújo (Eletroacústica)

 

Conteúdo da oficina:

  • Os participantes receberão até 3 obras a serem preparadas para o festival

  • 1 obra poderá ser com eletroacústica.

  •  Aulas individuais com os professores do festival, abordando questão de técnicas estendidas, questões de sonoridades, trabalho com a eletrônica, e interpretação no repertório contemporâneo.

  • Os selecionados serão convidados a integrar o ensemble do festival, tocando junto aos professores 1 ou 2 obras do repertório contemporâneo.

 

Seleção:

  1. Enviar o currículo e gravação de duas obras (preferencialmente repertório contemporâneo, mas não obrigatoriamente)

  2. Caso haja uma obra que gostaria de trabalhar durante o festival, indicar também na ficha de candidatura
     

Custo da oficina R$ 250,00

Os candidatos podem se inscrever em mais de uma oficina, neste caso a segunda terá seu valor reduzido a R$100,00

 

INSCRIÇÃO – Clicar aqui (As inscrições terminam dia 15 de Abril)

 

Obs: O processo de seleção tentará levar em conta questões de paridade de gênero.

 

Número de participantes: Máximo de 12

bottom of page